Grau de evolução

Rose Monteiro

A autorreflexão permite às pessoas avaliar o seu grau de conhecimento e aprendizado, adquiridos na prática dos estudos doutrinários do Racionalismo Cristão. O progresso espiritual revela-se através da bagagem adquirida em vidas pregressas, entretanto pode-se progredir ou estacionar na presente encarnação do espírito, dependendo, do bom ou mau uso do livre-arbítrio.

A avaliação dos atos praticados e dos pensamentos emitidos, nos faz reconhecer os caminhos que estamos trilhando e o quanto podemos melhorar para o nosso próprio benefício. A vida material torna-se um verdadeiro teste de coragem, paciência e tolerância e, se não houver preparo de pensamentos de valor, podemos cair nas armadilhas do astral inferior. Podemos sentir, na atual trajetória terrena, o quanto já evoluímos, refletindo sobre as nossas próprias limitações e a do semelhante, mas sem exigir dele o que não pode dar.

Alegria é constatar com convicção que sentimentos inferiores, como inveja, ciúme, raiva, prejulgamentos precipitados, entre outros, não habitam o nosso interior, de conformidade com a nossa essência espiritual. Se todos entendessem que a causa dos sofrimentos da humanidade é a falta de esclarecimento espiritual, teriam mais compreensão mútua, ajudando-se uns aos outros com atos de solidariedade.

A disciplina que adotamos pelo poder dos pensamentos elevados nos revela o grau de aproveitamento que conquistamos, com esforço e disciplina, no caminho da espiritualidade. Se os seres encarnados neste planeta-escola praticassem o atributo da consciência de si próprios evitariam estacionar na trajetória evolutiva do espírito, mas, tudo chega a seu tempo, e a evolução segue ininterruptamente, sob a regência das leis evolutivas.

(A autora é assistente da Filial de Santos-SP)

Página principal | Arquivo